As Famosas Capas da Revista VEJA

O QUE SE PODE DIZER DE UM GOVERNO ASSIM?

Se o Governo do PT fosse essa “limpeza” toda que o “ex”-presidente Lulla diz ser, não teria um registro tão negativo em tantas capas de Revistas como as que vemos nesta Página. E olha que, aqui, só tem algumas capas. Na verdade, estou utilizando um arquivo que me foi enviado por um amigo em PowerPoint. Copiei as imagens históricas (negativas) e complementei com as algumas últimas (2016), que já refletem uma espécie de “desfecho” do inevitável. é um pouco o “resgate” de uma história horrível e recente do Brasil, pobre Brasil, nas mãos petistas. Sabíamos, todos, que a coisa chegaria a isto, porque, como se sabe, as pessoas que bebem, tendem a NUNCA parar de beber; as pessoas que jogam, tendem a NUNCA parar de jogar; e as pessoas que ROUBAM, tendem a NUNCA PARAR DE ROUBAR. O roubo, a falcatrua, o exercício da má índole do ser humano, pode, às vezes, até começar por uma necessidade, mas, depois, torna-se um prazer incontrolável e uma sensação de que nunca será punido, porque, com cada vez mais dinheiro no bolso, o PODER estará estampado no rosto do “agente” e, aí, qualquer um que se meta com ele receberá uma assertiva: “você sabe com quem está falando?”. No caso do PT, a coisa é diferente. Uma legião de pessoas embriagadas com um “projeto” de PODER, oriundo de mentiras e argumentações malditas do maior comandante (Lulla), não conseguem ou não querem enxergar o malefício que o exercício desse poder causa a um país, a um povo. Portanto, seja o que for que possa acontecer, a melhor coisa que pode acontecer para o Brasil é a saída do PT do Governo, para que se possa fazer um Balanço do ROMBO que o país sofreu e arregaçar as mangas para recuperar o nosso querido país. Mas, não podemos deixar de almejar e pedir que os CORRUPTOS paguem pelos estragos, na cadeia, seja quem for: LULLA, Dilma, Zé Dirceu, Vaccari, Cerveró, Paulo Roberto, enfim, todos os que estão, estarão e poderão estar sobre o crivo dos processos que cobrem a OPERAÇÃO “LAVA JATO”.

Vamos, então, reconstruir essa história, através de um estudo sobre os assuntos que foram REPORTAGEM DE CAPA da Revista Veja, com a ajuda de algumas outras Revistas no final. De capa em capa, a história vai crescendo. Veja:

2003.01.08 – Lua de Mel – A primeira capa, acima, mostra o povo brasileiro (parte, não a totalidade – e nem é , assim, tão grande parte!) embriagado com a vitória de um ex-operário (torneiro mecânico) semi-analfabeto para o cargo mais alto do pais: o de PRESIDENTE DA REPÚBLICA! Na posse, Lulla viria chorar publicamente, emocionado, com o fato de nunca ter conseguido um diploma (exceto de torneiro mecânico) e, por opção do povo, agora, recebia um diploma de Presidente.


2003.01.15 – Trapalhadas na Decolagem – A inexperiência não tarda a demonstrar que o eleito não estava, assim, tão preparado para o exercício do Cargo, o que é natural, pois o relacionamento havido entre eles era de “cumpanheiros”. Então, agora, ao redor do trono, cercando o “rei”, ministros-colegas desejam rapidez na solução de problemas de suas pastas: Jaques Wagner, do Trabalho; Anderson Adauto, dos Transportes; e outros se digladiam, fungando no cangote do Presidente, querendo fazer valer o seu desejo por liberação de verbas, cada um para sua pasta:

É! É assim a vida. Mas, não demorou muito para que o Presidente aprendesse e colocasse as coisas no lugar.

2003.08.20 – Quem apostar contra o Palocci vai perder – Começam as mentiras: votem no Palocci, que ele não deixará a Prefeitura. Ganhou as eleições, colocou o vice no lugar e foi para o Planalto mamar nas “tetas” do Governo Federal, deixando os sues eleitores lá no interior de São Paulo, com um mico: Palocci tinha mandado fazer uma “falcatrua” na conta bancária de um caseiro. Vergonha nacional que logo se tornaria na verruga que afastaria o Super Ministro do Planalto. A mídia deixou um pouco de lado o político, dando-lhe uma trégua, não sem sua cooperação, pois, ao que tudo indica, aprendeu muito bem a lição.

2003.09.01 – Brasília da Fantasia – Tudo vai bem, com a roubalheira ainda “encoberta”. Brasília e grande parte do país (entidades federais) viram “cabides de emprego”. Os diversos “programas” começam a surgir, como, por exemplo, o Programa Luz para Todos. O PT dá início a um aparelhamento ideológico do Estado, abrindo as portas para os seus militantes e afiliados, partidarizando a burocracia nacional:

Tudo é feito com vagar, de maneira que o povo não percebe e passa a viver a “Síndrome do Sapo Fervido”: conta-se que um cientista, ao colocar um sapo em uma panela com água fervendo, o sapo pula imediatamente da panela. Mas, quando o sapo é colocado dentro da panela com água da própria lagoa e o fogo é aceso, a água começa a esquentar “aos pouquinhos” e tudo ali parece “gostosinho”, de forma que quando o sapo percebe que está quente demais, não tem mais força para sair da panela e morre fervido.Esperamos que o nosso povo reaja ainda enquanto não está fervido, pois o burburinho já começou faz tempo.

2004.02.25 – O Vale-Tudo do PT – Os fins justificam os meios. Quando se escuta aquele voz rouca e perturbante do pernicioso ex-presidente Lulla, vê-se logo que trata-se de uma pessoa desequilibrada que só vai aceitar qualquer interlocutor que aceite o que ele diz como verdadeiro. Pudemos ver isto nas gravações divulgadas pela Operação “Lava Jato”, que graças a Deus e ao Supremo, na pessoa do Ministro Gilmar mendes, deferiu a liminar que , por enquanto, proíbe o ex-presidente de assumir o cargo de Ministro da Casa Civil de Dilma Rousseff. Pois bem, tomara que as investigações na Lava Jato avancem rapidamente, ao ponto de a prisão do pernicioso se tornar uma verdade, pois o Judiciário já sabe que a parte do povo que lhe é favorável (à Justiça) é maior do que aquele composta pelos militantes petistas. Veja a reportagem da capa ao lado. É imprescindível saber que o ex-presidente já quase sofreu processo de impeachment, como veremos mais à frente. Mas, as falcatruas do Governo petista começaram muito cedo. Parece que a vergonha acabou logo e eles não tiveram nenhum receio de deixar vir à tona qualquer informação acerca das coisas que estavam acontecendo. Por isto que, nas gravações, “ele” diz: “sou o único capaz de incendiar este país!”. E, para quem já se comparou a Cristo, agora, escolhe um outro personagem, mais adequado à sua figura lúdica: NERO, que botou fogo em Roma. 

Vejam a reportagem:

É isto! Ganhar as eleições a qualquer custo. Isto é na época do Lulla Presidente. Ou seja, por que o País atravessa a situação atual, com queda do PIB em quatro anos seguidos, carga tributária elevada e crescente, demonstrando que não se importam com a fonte. Querem beber. Se secar, f….-se! São palavras do ex-presidente! Ele, em suas manifestações gravadas demonstrou-se um mestre em palavrões. Confesso que fiquei tentado a falar aqui um monte de palavrões endereçados a ele. Mas, o leitor não merece isto. Se você, leitor, quiser saber mais sobre isto, acesse o site da Revista Veja. Está lá. E para nossa felicidade, os petistas não conseguem apagar o que está registrado na história, como fazia o Big Brother no Livro “1984”, de George Orwell (vale a pena ler).


2004.03.10 – Não vou sair do Governo – Zé Dirceu é descoberto. Mas, a arrogância petista é marcregistrada em todos eles: “não vou sair do governo” significa: NÃO EXISTE NINGUÉM MAIS PODEROSO DO QUE EU!!! “Arrogância” é a marca registrada do PTista que está no Poder.

Lulla repete o gesto ainda hoje, dizendo que não existe ninguém mais honesto do que ele no país, e que nenhum juiz poderá condená-lo ou decretar sua prisão. E mais, declarou que é o único que pode “incendiar este país!” O que é inacreditável é que, mesmo falando tanta asneira, o pernicioso ex-presidente não perde a consideração de seus “correligionários”, que são poucos, graças a Deus, pois, quando você vê uma multidão petista, pode estar certo que “dois terços” são contratados: “trinta real e um pão com mortadela”. Quem pode dispensar? Claro. São pessoas que não têm qualquer discernimento acerca do mal que estão fazendo. 

Mas, os organizadores e exploradores, não, esses sabem exatamente o que estão fazendo com o povo. E esta é a diferença.

O povo, quando encara uma manifestação, não recebe ($) nada. Aliás, investe seu tempo. Alguns perdem horas de trabalho e são descontadas. E, ainda assim, temos um número muito maior de pessoas contra o PT, Lulla e Dilma. E, lógico, aproveita-se, também, para se pedir a sair de Renan e Cunha, pois, são perniciosos da mesma maneira. Estão atrapalhando o andamento normal da política do país. Mas, em primeiro lugar, o alvo deve ser o PT, que, ao nosso ver, é um partido em decomposição. Os seus militantes devem cuidar o mais rapidamente possível em criar uma nova legenda, pois, este partido vai acabar.

2004.03.31 – Como sair dessa – a coisa começa a complicar…

O povo não pode deixar de saber que o ex-presidente já “caiu” na preferência popular. Veja o gráfico da página ao lado, quando as linhas de “confiança” e “rejeição” começam a se encontrar nomeio do diagrama. O então presidente Lulla está com a imagem manchada, porque o assessor do então Ministro Zé Dirceu (hoje, preso) é apanhado acachapando um “bicheiro”. Vejam, quando uma pessoa de bem (Sergio Moro) encontra alguém fazendo alguma coisa errada: denuncia. Mostra para a sociedade qual é a faceta dessa pessoa flagrada. Quando um petista encontra uma pessoa fazendo alguma coisa errada (um “bicheiro”), faz o contrário, vira chefe daquela pessoa e passa fazê-la trabalhar para o petista. Foi assim naquela época. Mas, teve consequências.

A popularidade de Lula caiu. Mas, como todos já sabem (estamos em 2004),já havia-se instalado o Mensalão e caminhava-se para o Petrolão. Lula foi “blindado” acabou por se reeleger em 2006 e ajudar Dilma a se eleger em 2010 e a se reeleger em 2014, com algumas consequências que já sabemos parcialmente hoje, mas que serão comentadas mais à frente, É a nova faceta da HISTÓRIA DO BRASIL. Uma história de muita grana “rolando” pelos “propinodutos” e advindos da Petrobras, da Eletrobras, das empresas automobilísticas, das palestras, da Refinaria de Passadena e da Usina de Belo Monte, que se sabe. É muito dinheiro e muita gente envolvida. O que é interessante, povo brasileiro, é que, percebe-se que, sendo para dividir, qualquer um pode roubar à vontade, pois, não se consegue entender como Fernando Baiano, Alberto Youssef podiam ter tanto poder ao ponto de quase acabar com a Petrobras, debaixo das barbas da Dilma Roussef, que era Presidente do Conselho de Administração da Petrobras quando a Refinaria de Pasadena foi adquirida por US$ 370 milhões e que, mais tarde, teve que ser completando o valor para US$ 1,1 bilhão (mas, na verdade, a Refinaria foi avaliada em US$ 70 milhões – ou seja, o Brasil perdeu US$ 1 bilhão).


2004.08.18 – A Tentação Autoritária – O PT que fala tudo contra todos, mas, quando a imprensa fala do PT, ah, aí, é sujeira… Então, vamos “calar” essa imprensa maldita!

Foi um fiasco. Mas, não se sabe se representa uma ingenuidade (difícil de acreditar) ou uma convulsão de autoritarismo do então Presidente Lula, que se embriagou por uma corja de mal intencionados que apareceu no Palácio e demonstrou um plano mirabolante ao chefe da nação, para “amordaçar” a imprensa. São duas coisas importantes para serem amordaçadas: a imprensa e o Ministério Público. Aí, é só festa! Podemos fazer o que quiser que, ninguém vai investigar e ninguém vai ficar sabendo. Lembram-se daquela história do menino que gritou: “- O Rei está nu!” Pois é, o sonho de consumo do PT é este: andar nu na rua e ninguém vê. E quando vê não fala, engana-se e entope-se, pois não pode falar mal do PT e nem lhe ofender, revelando suas artimanhas. Essa imprensa. É assim que reage até hoje o ex-presidente, quando se vê acuado com as revelações de suas facetas.

Quando se vê, hoje, esses vídeos que são divulgados pelas diversas mídias e redes sociais, com Lulla dizendo que “ninguém é mais honesto do que ele”, “que ele é o melhor presidente que este país já teve, desde Deodoro da Fonseca (apesar que ele falou: Floriano Peixoto – o segundo)”, percebe-se que esse homem pensa estar acima da lei e conclui-se: não merece as honras do cargo que ocupou. Tanto que falou para a atual Presidente que iria levar os seus “apetrechos” que ganhou quando estava na Presidência para o Ministério Público enfiar no … Isto é coisa que um ex-presidente fale para uma Presidente, por telefone? E o pior é que a outra respondeu: “- eu vou fazer o mesmo!”. Ou seja, é tudo da mesma laia. Não merece o cargo, nem um, nem outro. E o povo brasileiro não merece isto.

2005.01.26 – O PT deixou o Brasil mais burro? – O Governo PTista quer proibir que se fale Inglês, quer tirar a liberdade das Universidades e acabar com a Cultura.

Precisa falar mais alguma coisa? O PT aprendeu durante a “ditadura militar” que o povo que não tem cultura é mais fácil de ser dominado. E como o projeto do PT não é de governo, mas, sim, de Poder, então, que tal dar uma fechadinha na boca do povo, cerceando-lhe a liberdade de aprender e se formar. O mais incrível é que, mesmo com essa tentativa, ainda vemos gente “culta” sendo assediada pelo PT, como, por exemplo, alguns artistas e alguns estudantes de direito e até professores. Inexplicável, diante desse passado do PT, a atitude dos professores de direito e seus discentes fazerem um manifesto veemente a favor do ex-presidente e do atual governo, no recinto da Universidade de São Paulo – Faculdade de Direito – Largo São Francisco. Como pode água e óleo se misturar? Um quer derrubar o outro, mas, consegue enfeitiça-lo de tal modo que seja aliado.


2005.03.23 – Capa ISTOÉ – O povo protesta. Além de um Governo corrupto e sem estratégia de desenvolvimento, Lulla aumenta a Carga Tributária.

A Carga Tributária brasileira é a maior entre os países que não correspondem com serviços para população. Na época do Império, o Brasil pagava para a Coroa Portuguesa 20% (um quinto) do ouro que arrecadava. Por causa disto, pelo quinto que representava os vinte por cento, surgiu a expressão: “o quinto dos infernos“.

Atualmente, o Brasil já paga quase “dois quintos” dos infernos de tributos e o povo brasileiro é enganado, pois, não tem saúde, não tem segurança, não tem saúde, não tem cultura, não tem nada em troca!

Ora, além disto, além de toda a arrecadação tributária, ainda tem a roubalheira. Como é que é possível alguns brasileiros serem tão enganados e não perceberem isto?

 

2005.05.25 – Corruptos – Os brasileiros começam a entender que já está MUITO TARDE. Talvez, não seja possível reverter a situação e a guerra contra a corrupção será perdida, pois o maior Corrupto está na Presidência da República.


Agora, enfrentamos uma luta muito grande, pois a corrupção foi tamanha que corrompeu parte do povo, que ainda vai às ruas para defender um Governo corrupto, que fala em golpe, mas, que não reconhece o golpe que, ele próprio, Governo, comete: nomear o ex-presidente como Ministro para escondê-lo debaixo da saia da “presidenta” para fugir da cadeia.

2005.06.01 – O Homem Bomba – Jefferson aparece como um perigo para o Presidente Lulla: Zé Dirceu, Delubio Soares e Silvio são seus alvos. Zé acaba na cadeia mais tarde, aonde se encontra até hoje (19/03/2016).


Quando perguntada sobre a Delação de Paulo Roberto Costa, a Presidente Dilma Rousseff declarou: “não tenho consideração por delatores”. Mas, foi o PT quem assinou a “lei da delação premiada”. Será que, ao assinar a Lei, a Presidente esqueceu de que poderia ser alvo da própria criação? Pois é, não podemos dizer que foi um tiro no próprio pé, pois, quem aprova as leis é o Congresso Nacional e não o Presidente, que só sanciona.

2005.06.08 – Amazônia à Venda – Sem palavras. A manchete da capa diz: Petistas presos aceitavam propina de madeireiras que desmatavam a floresta. É o fim do mundo! O Governo, que deveria proteger a floresta, o bem maior do país, vende-a para madeireiros mal intencionados e gananciosos.

Assim como aconteceu com o “bicheiro”, mais atrás, lembra? Um assessor do Ministro Palocci, lembra? Agora, vemos nesta edição de Veja uma reportagem sobre a “venda” da Amazônia. É a Venda do Brasil. Assim como o ex-presidente é acusado de vender medidas provisórias (operação Zelotes) – aqui encontramos algo tão grave quanto.

2005.06.15 – Quem mais – Delubio é desmascarado, começam a cair as peças do tabuleiro do PT.

Observemos a sequência: foram presos diversos PTistas: Delúbio Soares (capa), José Dirceu, José Genoino, João Vaccari Neto, André Vargas, Delcídio do Amaral, João Paulo Cunha e, quase, Luiz Inácio Lula da Silva.

 Como a Operação “Lava Jato” ainda não acabou e, como sabemos, o apetite de arrecadação de dinheiro do PT, através de Mensalões e Petrolões, não se sabe, quantos petistas ainda poderão ser presos. Esperamos todos os culpados pelos “rombos” financeiros sejam presos.

2005.06.22 – Tem conserto? – Vaidoso, Lulla se preocupa com os “respingos” de corrupção que são gerados pela demissão de Zé Dirceu e outros membros do PT. Tem um filme sendo gravado para contar a história do “Grande” heroi nacional contemporâneo. Heroi?


A ordem foi dada por Roberto Jefferson: “rápido, sai daí rápido, Zé Dirceu, senão, vai sobrar para o Lula!”. E não é que funcionou. Zé Dirceu caiu. Saiu do Governo 70 horas depois da ordem recebida pelo inimigo declarado, que também continua preso. 


Começava, ali, o “desvendamento” do Mensalão do PT. Este foi um escândalo que acabou por tirar o Ministro Joaquim Barbosa do STF. Ele pediu demissão.

2005.06.29 – O grande erro – A imagem é clara. O PT, sempre, se convenceu de que quando chegasse à Presidência seria o DONO do País. Mas, a história registrará que isto foi um grande erro! Ninguém pode ser dono do País.

Apesar deste registro à época, ainda presenciamos atitudes petistas que parecem delinear que eles continuam pensando assim: é o caso da nomeação do ex-presidente como Ministro Chefe da Casa Civil por Dilma Rousseff. As gravações mostraram que o ex-presidente estava com medo de ser preso por causa das investigações da Operação Lava Jato. Até porque, o Juiz Sergio Moro já havia determinado a “condução coercitiva” do ex-Presidente para depor numa sala do Aeroporto de Congonhas. Ele e o Governo acharam esta providência do Juiz um absurdo, uma afronta à importância do ex-presidente. E asseguraram que não seria necessário, pois, se fosse convocado para depor, Lula compareceria espontaneamente. Mas, quando, na sequência, Sergio Moro determinou que Lula fosse à Justiça Federal, no dia 14/03/2016, para depor na Operação “Lava Jato”, ao invés de comparecer, com medo, foi para o Palácio do Planalto e se escondeu debaixo da “saia” da Dilma, aceitando um cargo de Ministro. Foi um “escândalo”. Moro, então, decidiu quebrar o sigilo e liberou as gravações e, aí, todo mundo viu Lula “pelado”. Ele falou muita “besteira”, tramou contra a República, contra o povo e contra o Juiz Sergio Moro, chegando a chamar a Operação Lava Jato de “República de Curitiba”. Mas, o que é pior, é que desrespeitou as Instituições chamando de covardes os Deputados, os Senadores, os Ministros do STJ e do STF e dizendo, claramente, que, se não julgarem a favor do PT, da Dilma e dele, é porque são COVARDES! Uma afronta que levou o povo que já havia se manifestado no Domingo, dia 13/03/2016 a se manifestar novamente na terça, quarta e quinta-feira, vindo a se recolher, apenas na sexta-feira (18/03), reservada às manifestações daqueles que apoio o Governo e o PT.

A manifestação do dia 18/03 foi grande. Muitos militantes, mas, povo mesmo, é bom que se diga, só encontramos nas manifestações de domingo, cuja contabilidade aponta que mais de 6.000.000 (seis milhões) de pessoas foram às ruas para pedir o impeachment da Presidente Dilma e a prisão de Lula, além da saída do PT do Governo.
Já as manifestações petistas, segundo analistas, apresentou uma movimentação de cerca de 1 milhão de pessoas, ou seja, 20% do que foi registrado com as manifestações do dia 13, realizada pelos que eles chamam de “coxinhas”.

2005.07.06 – Ele sabia – Estamos em 2005, apesar de Lulla sempre dizer que “não sabia de nada”, começa a ficar claro que ele sabia de tudo. Mas, tarde vai se descobrir que ele é o comandante da corrupção no Brasil durante a temporada petista no Governo Federal, chegando a determinar o pagamento de R$ 200 milhões a Marcos Valério para que este ficasse mudo perante a CPI dos Correios sobre os meandros do Mensalão.

 A vergonhosa trajetória do PT no Governo brasileiro só não é assim enxergada pelos seus militantes, que são “pagos” ou patrocinados para aceitar tudo o que acontece.

2005.07.06 – O elo se fecha – Uma pessoa contratada para “prestar serviços” de campanha eleitoral é FIADORA de um empréstimo para o Partido e, ainda, paga uma parcela do empréstimo. Por que? Com qual propósito alguém faria isto? Só sendo, mesmo, a devolução do “troco”.
O caso volta à tona, agora, com a Delação premiada do ex-Senador Delcídio do Amaral, que denuncia que Lula, sabe o que aconteceu. O Senador colocou a bala na ponta da agulha e informa que o preço pago pelo silêncio de Marcos Valério foi da ordem de R$ 200 milhões (duzentos milhões de reais).

2005.07.20 – Quando e como Lula foi alertado – Esse fenômeno (mensalão) foi parar no Supremo Tribunal Federal, com a condenação de muita gente importante, inclusive o ex-ministro Zé Dirceu. Lulla salvou-se. Mas, o pior foi o desgaste que o Ministro Joaquim Barbosa sofreu, pois, acabou “pedindo demissão” do cargo. Estranho, porque o Ministro ainda poderia trabalhar na Corte por mais 11 anos até ser forçado a se aposentar (aposentadoria compulsória – 70 anos).
Agora, com a Delação premiada, Delcídio presta informações que não vão servir para nada sobre o Mensalão. Mas, como se vê ao lado, Lula já sabia de tudo bem antes. Mas, como a mentira reina no PT, para ele sempre foi fácil dizer que não sabia de nada, assim como as militâncias asseguram que “as doações de campanha sempre foram, todas, dentro da legalidade e declaradas perante o TSE”. Não é assim?

2005.07.27 – A chantagem – Essa capa somente foi confirmada AGORA, com a edição de Março-2016. Agora, não há mais dúvidas. E quem falou isto foi o Senador DELCÍDIO DO AMARAL, que era e sempre foi PETISTA.

Para o PT deve ser muito doído se arrepender de não ter “socorrido” o seu grande aliado e ex-membro do partido. Delcídio, além de petista, era líder do Governo no Senado Federal. E foi pego pela Procuradoria Geral da República tentando evitar que um ex-diretor da Petrobras, Nestor Cerveró, fizesse delação premiada, porque poderia comprometer muita gente do Governo.

Mas, ao ser preso, Delcídio viu-se “largado”, “jogado” à própria sorte, porque, agora, as coisas não são mais como antes, quando foram presos Zé Dirceu e José Genoino. Naquela época, até a Presidente Dilma Rousseff se dirigiu à Papuda para visitar um “cumpanheiro” e saiu de lá com o punho cerrado e erguido, sob a alegação de que eles eram inocentes. Com a dificuldade de demonstrar a inocência de todos os presos seguintes, os “caciques” do Partido estão fugindo dos presos como o diabo foge da cruz. Assim, Delcício, que lutava contra uma delação de Cerveró, acabou fazendo a sua e, aí, a coisa fedeu e fedeu muito, pois, não complicou somente a vida do ex-presidente, como, também, da Presidente.

2005.08.03 – O Risco Dirceu – Este só fez ameaça branca, porque, na verdade, ele, ainda, espera “retornar”, como retornou o ex-Presidente Collor. Mas, gente. É bom ficar esperto com este petista, pois, se voltar, o Brasil vai ser extinto, pois aquele sentimento de civismo que demonstrou em 1968 (para quem conhece a história), agora, não existe mais no coração de Zé Dirceu.

Zé Dirceu foi presidente da UEE – União Estadual dos Estudantes e aparece na resenha documentário de O Estado de S. Paulo (1968) lutando contra a ditadura. Agora, ele mesmo pretende sua própria ditadura.

Naquela época, era preciso ter coragem para ir às ruas protestar contra o Governo, pois o Governo Militar não permitia manifestações. Dirceu foi um desses corajosos e, talvez por isto, ao assumir o Ministério com Lula, se achava dono do Brasil, assim como Lula.

2005.08.10 – Lulla – Ah, aqui está a explicação para os dois “ls” (eles) no nome. Uma comparação com a era Collor, pois, Lulla chegou a passar por esta agonia. Mas, como havia uma blindagem muito forte e muita grana correndo pelos bastidores, como sabemos agora, superou e terminou o seu mandato.


Não fora apenas um escândalo, mas, vários. A edição dá conta de que o Governo estava paralisado,  mais ou menos como se encontra atualmente o Governo Dilma. O Congresso não aprova nada, não discute mais nada, apenas os fatos que envolvem as questões políticas do momento: impeachment, uns discutindo a favor e outros contra. Mas, o fato é que o país está completamente desgovernado, como estava em 2005, com a crise enfrentada por Lula, sob a denominação de Mensalão. O noticiário não falava de outra coisa e é por isto que eles querem condenar a imprensa, pois desejam que a população não tome conhecimento de nada que acontece que se possa denominar “escândalo”.

2005.08.17 – A luta de Lula contra o Impeachment – Sem condições de explicar o escândalo, só se salvou do processo de IMPEACHMENT porque a CPI o excluiu e também o seu filho do relatório final (blindagem que acabou custando a liberdade de diversos companheiros “kamikazes” – se matam para salvar o chefe!). 

Agora, é Dilma Rousseff quem passa pelo “inferno astral”. Veremos.

2005.08.24 – Denúncias atingem Palocci – Parecendo um bom Ministro, é descoberto com “falcatruas” lá da Prefeitura do Interior de São Paulo, recebendo dinheiro de propina dentro das quatro paredes do Gabinete. Demissão mais tarde e não demora muito.
Palocci ainda carrega o peso de ter mandado pagar propina para funcionários da Caixa Econômica Federal para quebrar ilegalmente o sigilo bancário do Caseiro Francenildo dos Santos Costa, pivô no escândalo que envolveu o ex-Ministro. O caseiro detonou o Ministro ao trazer a público o fato de que o Ministro frequentava a casa com partilha de propina.

A preocupação com a Economia cresceu e os efeitos foram experimentados pelo Mercado, com reflexos nos índices da Bolsa de Valores, na cotação do dólar e nos índices de inflação.

Mais um grande teste para o então Presidente Lula.

2005.09.21 – Era vidro e se quebrou – Já em 2005 a estrela do PT é “trincada”. Mas, como a força de quem está no poder é grande demais, o Partido continua lá. Mas, às custas de muito dinheiro que “rolou” pelos dutos da Petrobras.

Sem nenhuma pretensão de profetizar. Caso a Presidente Dilma venha a ser “impedida” (impeachment) e o ex-presidente Lula venha a ser preso pela “Lava jato”, é melhor os militantes do Partido arrumarem uma nova estrela e legenda, porque este partido já era! Pode ser muito ruim para a História do Brasil ter um partido político assim se definhando por culpa exclusiva de seus membros, que não souberam honrar os preceitos políticos estampados na Constituição Federal brasileira que lhe garantiram a criação e manutenção do Partido. Mas, para os opositores, entretanto, será muito bom se os militantes não acreditarem na profecia e continuarem com a sigla petista. Vai demorar muito tempo para se reerguer.

2005.10.19 – Um fantasma assombra o PT – Como os fins justificam os meios, um Prefeito é assassinado porque não se enquadra mais no esquema. A Morte de Celso Daniel é, ainda, um grande mistério.

 A reportagem dá conta de que o crime se reveste de requintes de um romance policial, mas que amedronta e gera calafrios na cúpula do PT. Celso Daniel era Prefeito de Santo André e foi morto em uma emboscada. O crime nunca foi esclarecido e parece ter sido abafado, sem desfecho.

Pelo que se tem notícia, havia um esquema de corrupção na cidade de Santo André, como diz a revista, precursora do “mensalão”. Ao que tudo indica, Celso Daniel era sério e não aceitou o esquema de corrupção e determinou o fim de qualquer prática neste sentido. Parece que “alguém” não gostou e a consequência foi a morte do Prefeito. Mas, a reportagem dá conta de que uma “diarista” (diarista, caseiro…) afirma que encontrou sacos de dinheiro na casa do Prefeito e, com isto, foi-se por água abaixo a honestidade do Prefeito assassinado. Então, por que será que ele foi assassinado? O fato é que foi assassinado.

2006.04.19 – O bando dos 40 – Nasce a expressão: “Lulla Babá e os quarenta mensaleiros”.

“Ali Babá e os quarenta ladrões”  é uma história infantil que está meio fora de moda nesta era de informática e “facebooks”. Não se conta mais histórias para os filhos. Mas, o PT quis fazer uma versão moderna da história e trouxe à tona 40 investigados no Esquema do Mensalão. Apesar de popularmente se fazer uma alusão à história infantil, o ex-Presidente foi blindado e nunca apareceu nas páginas dos cadernos processuais como investigado.

Mas, muita gente do PT foi presa. José Dirceu, por exemplo, que era, digamos o segundo homem do partido, está preso até hoje. E é preocupante, pois poderá voltar um dia e ninguém sabe do que ele será capaz. Os correligionários de Dirceu acreditam piamente na sua inocência.

2006.05.10 – Essa doeu – o Brasil “bonzinho” confia na Venezuela, que dá um golpe em Lulla e “confisca” a Refinaria da Petrobras instalada naquele país. Traição? Ou combinado?

Muita gente até hoje não acredita que o Presidente da Venezuela, Hugo Chavez, em conjunto com Evo Morales, da Bolívia, deram um golpe no Brasil e o nosso então Presidente ficou “chupando dedo”. Por isto, a reportagem dá conotações de que o Lula ficou como “liderado”, enquanto Hugo Chaves ganhava requintes de Líder da América Latina, proporcionando a Evo Morales uma co-liderança que lhe valeu apossar-se de parte de patrimônio brasileiro no caso do gasoduto boliviano.

Aqui, ambos os presidentes da Venezuela e da Bolívia comemoram, enquanto Lula é deixado de lado. A reclamação de muitos brasileiros faz muito sentido, até porque, além de perder dinheiro para a Venezuela e para a Bolívia, o Brasil ainda financiou obras de construção de um Porto em Cuba, através do BNDES, pagando a construtora brasileira, que, agora, sabe-se havia um desvio de parte do dinheiro, via Petrolão, para financiamento de campanhas do PT. E é por esta razão que o Tesoureiro do Partido, João Vacari Neto, está preso até hoje.

2006.09.27 – Lula blind -Ele não vê nada, não sabe de nada… “tadinho”, é cego!

Pois bem, agora, com a liberação das gravações feitas pela Operação Lava Jato, o povo brasileiro (vamos falar, o povo) veio a tomar conhecimento da verdadeira personalidade do ex-presidente Lula. Ele sabe de tudo, sabe mais que todo mundo, de seu apartamento em São Bernardo comanda a política petista, seja em relação aos Militante (Rui Falcão), seja em relação aos empossados (Ministros – Barbosa, Wagner etc), enfim, como se vê falar dos grandes criminosos que comandam grandes esquemas de dentro dos presídios, o que se constatou é que o verdadeiro presidente sempre foi o Lulla. Está claro que Dilma nunca governou. Talvez, por isto essa grande dificuldade dela se expressar. Vai ver que nem sabe mesmo o que está falando ou fazendo, pois, conforme restou demonstrado através das gravações, Jaques Wagner e Nelson Barbosa recebem ordens diretas do ex-presidente e o chamam de “presidente”. Aliás, a própria Dilma Rousseff o chamou de “presidente” umas dez vezes quando veio à coletiva para explicar o episódio do “Termo de Posse”. A todo momento ela se refere a ele como “O presidente Lula…”. Então, caramba, ele é o Presidente. Está exercendo o terceiro mandato, de maneira escondida. E agora, iria começar a exercê-lo abertamente, se assumisse o cargo de Ministro Chefe da Casa Civil. Se ele, lá em São Bernardo, por telefone comanda os Ministros como ficou demonstrado, imaginem estando na sala ao lado. É um absurdo e uma inconstitucionalidade sem precedentes! Por isto que ficava xingando o Ministro Cardozo, chegando a chamá-lo de “bundão” (IstoÉ, 2413, pág. 43). Como é que um ex-presidente chama um Ministro da Justiça de “bundão”, assim, abertamente.

Agora, com a delação do ex-Senador Delcídio do Amaral, muita coisa será esclarecida. E como já é de conhecimento de todos: “um dos relatos mais explosivos feitos pelo senador Delcídio do Amaral à operação Lava Jato está no anexo 2. O senador revela aos procuradores que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva comandou o esquema do pagamento de uma mesada a Cerveró para tentar evitar sua delação premiada. Foi por intermediar esses pagamentos que Delcídio acabou na cadeia. Lula não queria que o ex-diretor da Petrobras mencionasse o esquema do pecuarista José Carlos Bumlai na compra de sondas superfaturadas feitas pela estatal.”

(texto extraído da Revista IstoÉ, n. 2413, pág. 34).

2016.03.09 – Lula e a Lei – Lulla não consegue se explicar. Então, não se sabe de onde, sai um falso dossiê para tentar desqualificar o Juiz Sergio Moro, que conduz com esmero até o momento a OPERAÇÃO LAVA JATO.

O ex-presidente depõe na Polícia federal em São Paulo e sai debochando da Justiça (capa); Um dossiê fajuto contra o Juiz Moro passa pelo Planalto e, mesmo assim, circula entre os petistas (idem).; A delação premiada de Delcídio do Amaral é uma bomba arrasa-quarteirão contra Dilma e Lula (idem).; O “custo Dilma” na Economia é contabilizado na casa do Trilhão (idem).

Veja dá tanta importância para esses fatos que nesta edição (2468) reproduz, apensadas as capas de Veja n. 1915 (A chantagem de Marcos Valério); n. 2397 (Eles sabiam de tudo: Dilma e Lula); n. 2436 (A vez dele: Lula); e n. 2454 (A testemunha: Delcídio do Amaral).

2016.03.09 – Aonde a Lava Jato pode chegar – Lulla, finalmente, começa ser investigado. Mas, mantém sua petulância e arrogância e dá uma entrevista dizendo palavrões e desmerecendo ter ocupado o Cargo de Presidente do País.

Ele se autodenomina um “merda” de operário e, com isto, começa a perder o brilho do grande Estadista que pretende ser.

A Revista Época aponta que os procuradores esperam descobrir diversas coisas acerca do ex-presidente e, provavelmente, levá-lo à prisão.

2016.03.16 – IstoÉ – ERENICE OPEROU PROPINAS NA CAMAPANHA DE 2014. Alberto Youssef, principal testemunha do Petrolão, cita a presidente em manuscrito obtido por ISTOÉ. O documento que está em poder da Lava Jato desde a campanha eleitoral é uma das revelações do novo livro de Romeu Tuma Jr.

A Revista IstoÉ dá conta de que: “no anexo sete de sua delação, o senador Delcídio do Amaral (PT-MS), ex-líder do governo no Senado, descreve em detalhes o esquema de corrupção armado na construção da usina de Belo Monte. Ele afirma que a propina foi de aproximadamente R$ 45 milhões e que serviu como contribuição decisiva para as campanhas eleitorais de 2010 e de 2014. Diz que houve a participação de José Carlos Bumlai, mas que todo o esquema foi coordenado por um triunvirato formado pelos ex-ministros Silas Rondeau, Erenice Guerra e Antonio Palocci, especialmente Palocci e Erenice, uma das principais escudeiras da presidente Dilma Rousseff.”.


Ora, o que se espera é que essas informações e provas, que farão parte do Livro “Assassinato de Reputações II – Muito além da Lava Jato”, de Romeu Tuma Jr., sejam levadas aos autos de cassação do cargo de presidente de Dilma Rousseff, que popularmente chamamos de impeachment.

NÃO HÁ GOLPE quando se apura em um processo de impeachment a responsabilidade da Presidente Dilma Rousseff, que não merece ocupar o cargo, já que demonstrou desequilíbrio com as “pedaladas” fiscais, a utilização de dinheiro dos Bancos Oficiais (Brasil e Caixa) para pagar contas do Tesouro, tomando empréstimos não autorizados pelo Congresso e, ainda, editou Decreto suplementando o Orçamento, ou seja, em total desrespeito ao Congresso Nacional e à Constituição Federal que jurou obediência ao assumir o cargo.

E Sra. Dilma Rousseff, é melhor “pedir para sair”, ou seja, renunciar o cargo. Será menos doloroso, como doloroso será para o ex-presidente Lula assim que se tornar realidade a última capa que apresentamos neste texto:

                                                   O Sonho da maioria dos brasileiros!

Anúncios